• LACEN

Apresentação

O Laboratório Central do Estado - LACEN é o Laboratório de Saúde Pública vinculado à Secretaria de Estado da Saúde e apresenta desde a sua criação atividades voltadas à saúde coletiva, atuando nas áreas de vigilância epidemiológica, sanitária e ambiental, conforme Lei Orgânica nº 8080.
Na área de Epidemiologia e Controle de Doenças atua no diagnóstico e monitoramento dos agravos de interesse em Saúde Pública, definidas e priorizadas através dos indicadores de saúde.

Na área de Vigilância Sanitária e Ambiental incorpora análises de verificação das condições higiênico-sanitárias, qualidade, identidade e inocuidade para fiscalização dos produtos utilizados pela população, definidas e priorizadas através de indicadores epidemiológicos e de risco sanitário e ambiental.
Integra o Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Publica – SISLAB e é o laboratório de referência estadual. Atua também como referência regional para testes confirmatórios em diagnósticos definidos por protocolos do Ministério da Saúde, conforme Portaria Nº 2.031 do Ministério da Saúde, de 23 de setembro de 2004.

A Resolução Nº 32/96 cria a Rede Estadual de Laboratórios de Saúde Pública, no âmbito do Sistema Único de Saúde, a qual institui o LACEN/PR como coordenador do técnico da Rede, bem como estabelece outras competências. Possui implantado as práticas de Biossegurança e o Sistema de Gestão da Qualidade.

O LACEN/PR possui como seus principais parceiros as Vigilâncias Sanitária, Epidemiológica e Ambiental no âmbito Estadual e Municipal. Atua em situações de surtos, diagnósticos confirmatórios e diferenciais. Executa ações conjuntas como inspeções e programas estaduais e nacional de análise, colaborando nas políticas de Saúde do Estado, integrando o Sistema Nacional de Vigilâncias.
O financiamento do LACEN/PR provém do tesouro do Estado, liberados através de orçamentos pluri-anuais, cuja autorização e liberação é dada pela Divisão Administrativa e Divisão Financeira do ISEP. Outra fonte de financiamento são os convênios fundo a fundo com o Ministério da Saúde, alguns de forma direta e outros pactuados indiretamente com a Vigilância Sanitária Epidemiológica e Ambiental.
Recomendar esta página via e-mail: